19nov

Enquanto você lava a louça, ele cresce.

Não sou muito de colocar frases ou textos prontos, mas essa citação em especial, caiu como uma luva e me fez refletir bastante sobre a qualidade do tempo que eu passo com meu filho. Muitas horas do dia eu confesso não prestar atenção nas coisas lindas que ele faz para me preocupar com assuntos pequenos e rotineiros, deixando de lado momentos únicos, que eu tenho absoluta certeza que sentirei saudades para sempre. Cada dia meu bebê é menos bebê, e o tempo não perdoa.

“Respira. Serás mãe por toda a vida. Ensine as coisas importantes. As de verdade. A pular poças de água, a observar os bichinhos, a dar beijos de borboleta e abraços bem fortes. Não se esqueça desses abraços e não os negue nunca. Pode ser que daqui a alguns anos, os abraços que você sinta falta, sejam aqueles que você não deu. Diga ao seu filho o quanto você o ama, sempre que pensar nisso. Deixe ele imaginar. Imagine com ele. As paredes podem ser pintadas de novo, as coisas quebram e são substituídas. Os gritos da mãe ficam. Muitas vezes você pode lavar os pratos mais tarde. Enquanto você limpa, ele cresce. Ele não precisa de tantos brinquedos. Trabalhe menos e ame mais. Menos presente e mais presença! E, acima de tudo, respira. Serás mãe por toda a vida. Ele será criança só uma vez.”  Autor desconhecido

E ele já cresceu muito, desde o dia dessa foto.

  1. Que lindo Bia!
    A cada dia estou mais encantada com o seu blog e com o seu carinho e dedicação pelo seu filho. Estou grávida de quase 8 meses, esperando um menino também e muitas dúvidas que tinha e tenho esclareço diariamente com seus post. Parabéns!

    1. Oi Michele, muito obrigada por acompanhar o blog!!
      Qualquer dúvida estamos por aqui, e ainda bem que vcs também estão por aí pra esclarecer as minhas!! parabéns pelo bebê que logo vai chegar!
      Beijinhos

  2. Oi Bia, eu eu tinha visto esta citação no face de uma amiga e também me fez pensar muito! Realmente a cada dia nosso bebê se torna mais menino. Outro dia abri a caixa de recordações do Felipe ( ele tem uma caixa onde guardo tudo que foi especial , primeira roupinha, primeiro tênis, primeiro presente do papai etc…) e lá tinha a roupinha que ele usou assim que nasceu, nem acreditei no tamanho daquilo..hehe o tempo voa e temos que aproveitar muito eles! Beijão!

  3. Ahhh caiu como uma luva mesmo, rs

    Se durante 2 anos da vida dele eu fiquei exclusivamente com ele, durantes esses 3 e poucos seguintes eu trabalho =/

    Sempre vale muito a pena ler esse tipo de coisa!

    beijos Mari

    ps. ainda te devo a receita do danoninho né?! =/ Te mando, JURO, só não prometo quando kkkk

  4. Nossa Bia… Que demais esse texto. Emocionante. Concordo quando você diz: “Cada dia meu bebê é menos bebê, e o tempo não perdoa.”
    Realmente o tempo é implacável com algumas coisas. Ainda mais, tratando-se de crianças. Não tenho filhos ainda mas sou madrinha do Cacá, de um ano… Madrinha também é mãe, fico algumas semanas sem vê-lo, e já me aperta tanto o coração. Quando o vejo está maior, mais cabeludo, balbucia lindamente alguma coisa outra que também perdi, quase falando… Lindo seu post. Vou compartilhar para as minhas amigas mamães prestarem mais atenção nos seus nanicos e nanicas e principalmente nos detalhes da infância e maternidade, tão preciosos que só eles podem proporcionar. Uma vez.

    Parabéns pelo blog. Tu já é sucesso, mamis.

  5. ai que lindo Bia! acabei de indicar o teu blog pra mais uma amiga gravidinha, e vim me atualizar e ver os posts que nao tinha acompanhado! me emocionei!!!!!!!!! Dudu cada dia mais lindo, nem lembra mais da tia japa =( Beijoca!!!

  6. Verdade mesmo…vou rever meu dia a dia….pois tenho 2 filhos um de 9 mases e outro de 2 e 10 meses…Quando percebo o meu dia já se foi e fico frustrada por não yer dado mais atenção para eles…Amei seu blog!!!!

Deixe um comentário