19fev

O primeiro dia de aula

Oi meninas!

Muitos dos filhotes já começaram as aulas, e hoje foi a vez do meu. 

Na verdade, as aulas do Dudu começaram ontem, mas como eu e meu marido fomos pro Rio e voltamos podres, praticamente de madrugada, preferi passar a segunda a com ele, até porque o pequeno (e principalmente a gente) estava com saudades!

Sobre os preparativos para o grande dia: todos em cima do laço! Vergonha, eu sei. Comprei os materiais segunda de manhã, era pouca coisa já que escolhi pagar uma taxa e a escola deu o resto. Descobri que encapar uma caixa de sapato é muito mais difícil do que parece. Eu realmente não nasci para trabalhos manuais! Deixei pra comprar o uniforme em cima da hora também, e para minha surpresa – ou não – o tamanho dele estava esgotado. Só vai ter uniforme na semana que vem, tadinho, um peixe fora d’água, ainda bem que ele não tá nem aí, haha!

Na primeira reunião de pais da escola, eles pediram para que não levassem todos os alunos no mesmo horário na primeira semana, pra evitar aquele chororô conjunto, que apavora até adulto, imagina então as criancinhas. Saí de casa as 14:20. Dudu devidamente equipado – exceto pelo uniforme -, sem entender muita coisa e para aonde estava indo, ele só sabia que estava adorando carregar aquela mochila de rodinhas que arrastou a manhã inteira pela casa.

saindo de casa, pronto para o grande dia.

Fui conversando com ele no carro, disse que estava levando ele para brincar na escolinha, com muitos “nenéns” e amigos, brinquedos novos, enfim, busquei várias palavras que pudessem contribuir para que ele achasse a experiência legal. Assim que pisou na escola ele viu várias crianças brincando de bola na quadra – deveriam ter uns 3 anos. Ele me olhou eufórico, largou a mochila e saiu correndo para brincar com elas, aos poucos fui levando ele para a salinha junto com a auxiliar. 

Chegamos na sala e as crianças estavam na hora do lanche. O Dudu nem queria saber de comida. Achou todos aqueles novos brinquedos e amigos o máximo e foi logo brincar. Eu tentei me manter afastada, fiquei mais perto da porta, quis que ele entendesse que aquele ali era um território só dele. Passados uns 20 minutos, conversei com a professora e desci para o parquinho, me despedi dele e avisei que estaria ali embaixo. Ele nem me deu bola, os brinquedos e os “nenéns” certamente eram mais interessantes do que eu.

Fiquei no parquinho por uns 40 minutos (que pareceram 4 horas) até ele chegar com a turminha pra brincar. Na hora que ele me viu abriu aquele sorrisão, seguido de uma manha básica, mas logo foi brincar. Eu achei a coisa mais linda ele passando com os amiguinhos de mãozinha.

No parquinho tinha um trenzinho com um volante de madeira. Ele tem adoração por carros, pede pra dirigir toda hora, então dirigir o trem foi o evento da tarde. Problema número 1: ele não queria mais sair de lá. Problema número 2: outras crianças queriam brincar lá. E aí foi um empurra empurra, tentei ficar o mais “de fora” possível, mas ele monopolizou o veículo e não quis mais saber de nada. Logo logo ele vai aprender. Problema número 3: hora de ir pra salinha e descer do trem. E começou a choradeira. 

Chegando na sala a primeira coisa que ele fez foi localizar a mochilinha, pegou e foi pra porta, deu “tau tau” para a galerinha e me puxou pela mão. Expliquei que tínhamos que ficar mais um tempo, foi o suficiente pra ele abrir o maior bocão e pedir pra ir embora “nanar”. Ele estava com sono, o que dificultou um pouco em parar a choradeira. Fomos aconselhados a ir embora pela professora, para que ele não tivesse uma má impressão da escolinha e ficar feliz ao retornar. 

Resumindo, o primeiro dia de aula foi assim: muita euforia e brincadeira e, no finalzinho, um chororô básico. Nada que eu não esperasse. Confesso que achei que seria pior. Mas como se diz, cada criança age de maneira diferente e a adaptação é uma caixinha de surpresas. Vamos esperar pra ver o que acontece! E eu volto a contar por aqui.

o motivo da discórdia

Beijinhos e ótima semana.

  1. Estava esperando esse post curiosa pra saber como foi o Dudu no primeiro dia de aula Bia. Mas pelo visto foi um rapazinho, parabéns pelo filhote,gostei da liderança dele na questão do trenzinho rsrss, mas na escolinha tb será bom para ele saber dividir com os coleguinhas né? Vou continuar torcendo para que ele não estranhe depois, beijinhos pra vc e o mais novo estudante *o*.
    Maria Regina

    1. Oi Maria regina!!
      Estou na escoolinha essa semana inteira, e hoje ele ainda insiste no trenzinho acredita? hehe
      Coom certeza sera otimoo pra ele aprender a dividir, filho único, neto único dos dois lados.. grande risco de ser mimado!
      Beijinhos e obrigada
      Bia

Deixe um comentário