30jan

10 destinos para passar a Babymoon

Depois que o filho nasce, um casal vira um trio (ou quarteto, quinteto e orquestra sinfônica com direito a agudos de dar inveja, né!) e por mais que a gente  tente driblar é difícil ter momentos românticos de casal apaixonado nos primeiros meses (claro que planejando dá, sempre dá, TEM QUE DAR).  

Pensando nisso, alguns casais têm feito a babymoon. Sabe o que é?

 

Assim que o casal descobre que a família vai aumentar, prepara uma viagem para curtir um pouco só os dois.

Dá pra descansar e guardar forças para as infinitas novidades com a chegada da cria. Alguns casais aproveitam para fazer o enxoval do bebê.

Tem outros que preferem curtir os serviços especializados de alguns hotéis, como massagens, banhos especiais e jantares românticos na praia (suspiros de riqueza).

Conheça os hotéis que oferecem babymoon

Outra coisa importante é o lugar.

Fiz uma lista com 10 resorts pelo mundo que oferecem serviços especiais para Babymoon (muito PHYNO):

Mezzatorre Resort e Spa 

Fica em uma ilha na Itália no Mar Mediterrâneo. Eles fazem um pacote  especial para as viagens de babymoon, incluindo um quarto duplo com vista para o mar, kit de boas-vindas com flores, frutas frescas e bebidas saudáveis. Além de tratamentos como esfoliação massagem e banho turco, também para o maridão. Tudo isso sai por 1115 euros por pessoa, mas o valor pode variar dependendo da época do ano.

Rosen Shingle Creek 

Este hotel fica em Orlando – EUA, e no pacote oferece um quarto VIP com um presentinho para os futuros pais, tratamentos no spa, além do jantar romântico nos restaurantes do hotel. Esse pacote tá em média 720 dólares por casal para uma noite. Daí você pensa em tudo que pode comprar com esse valor, senta e chora. haha.

The Lanesborough Hotel 

Esse hotel é a cara da realeza! No pacote babymoon, quando o casal chega no hotel são logo recebidos com coquetéis (sem álcool) e uma deliciosa seleção de chocolates (GENTEEE). Além dos tratamentinhos, o hotel ainda disponibiliza um guia do bebê com os melhores “outfitters” de Londres, perto da cidade de Knightsbridge, onde fica o hotel. Disponível para as sextas, sábados e domingos o pacote custa a partir de 615 libras.

Breezes Bahamas 

Diretamente do mar de Nassau, nas Bahammas (não preciso dizer mais nada). Além do que os outros hotéis oferecem para babymoon, esse oferece travesseiros extras para as futuras mamães (é muito amor). Com uma estadia mínima de três noites no pacote Babymoon, o valor cobrado é de 200 dólares a diária. Até agora o mais simpático pro bolsito, né não?

Ponta dos Ganchos Exclusive Resort 

Oferece um bangalô ao casal, com café da manhã e jacuzzi no quarto (!!!). E além das massagens e de um presentinho para a mamãe e o bebê, o hotel oferece ao casal um jantar romântico, numa ilhazinha bem em frente. Três noites nesse paraíso (sério, vejam as fotos no site do hotel) a partir de 6.185 reais, o valor vai depender da data por conta da temporada. Uma observação chique: Beyoncé escolheu o hotel quando veio ao Brasil (então pensa no luxo!).

UXUA Casa Hotel e Spa 

Em Trancoso na Bahia, o que esse hotel tem de diferente dos outros, são os produtos que usam nos tratamentos. Todos feitos a mão, com ingredientes nativos (quero!). O valor para cinco noites sai em média 13 mil reais (vou ficar querendo!). Em um pacote como esse os valores vão depender também da época do ano, vale conferir no site. Detalhe básico: A Jessica Alba fez a piscina da sua casa em Los Angeles inspirada na desse hotel!

Sunset Jamaica Grande 

Na jamaica, já imaginou? Esse hotel além de ter a maior praia da região, oferece para o casal que está na babymoon um ensaio fotográfico. No pacote as diárias variam de 250 a 300 dólares por noite.

Sofitel 

A rede Sofitel também oferece pacotes de babymoon com tratamentos especiais e sessões de yoga. O valor vai depender de qual destino você escolher, porque essa rede tem hotel no mundo todo!

 

Mandarin Oriental NY 

Em Nova York minha gente, uma ótima opção para fazer também o enxoval porque fica bem no meio da cidade. Tem SPA e tudo mais na faixa de mil dólares a noite. Pra quem curte uma vibe cosmopolita, é uma ótima pedida.

Royal Palms Resort e Spa 

Aos pés da montanha Camelback no Arizona, o hotel tem um pacote que inclui charuto e conhaque para o maridão e uma massagem pré-natal pra você. O casal também ganha uma sessão de fotos, ou seja, não se preocupa com nada. O pacote para a babymoon sai 660 dólares o dia com o código promocional: BabyBliss.

Muitas celebrities ficaram em alguns desses hotéis, é um verdadeiro luxo!

Pacotes especiais para babymoon
Processed with VSCO with hb2 preset

A verdade é que a babymoon ainda não é praticada por muitos hoteis, porque é ainda pouco conhecida. Mas claro que, mesmo sem usar o nome comercial chic, quem faz a babymoon é a gente, do jeito que nosso gosto e bolso permitir!

Bora usar a criatividade e montar nossa própria babymoon!

O mais importante mesmo é que seja tranquilo (afinal tem uma GRÁVIDA no rolê) e que seja um momento para se guardar boas lembranças a dois.

Depois de olhar esses hotéis dá vontade de ficar grávida só pra fazer uma babymoon (hahahaha).

Ah, e só pra lembrar, antes da viagem é bom se certificar com o obstetra se tá tudo bem, se as vacinas estão em dia e se não vai atrapalhar o pré natal.

Importante também pensar no período da viagem, pra você não se cansar muito com o peso extra do barrigon.

E claro, a mala recheada de roupas confortáveis e versáteis, pra você não levar muito peso e ter espaço para as compras (SIM, QUEREMOS). Ah, e passa na nossa loja online. Tá cheio de looks perfeitos pras grávidas em babymoon. =)

19jan

4 tendências de moda que tem tudo a ver com as Grávidas!

E o melhor: você provavelmente tem todas essas peças em casa!

Mas antes de começar, uma pequena confissão.

Falei em tendência de moda no título pra chamar sua atenção mesmo. A verdade é que não existe nada mais fora de moda do que “seguir a moda”. Descobrir e respeitar seu próprio estilo é o que realmente importa na jogada!

A gente é do time que acredita que grávida precisa otimizar o guarda-roupas (além das compritchas, é claro!). Aposto que tá cheio de peça boa dando sopa e você nem percebeu, hehe.

Explicado isso, vamos ao que interessa!

 

1 – Tênis Branco

Quando a gente achou que pudesse estar “batido”, ele persiste e mostra que tá nem aí pro que a gente pensou!

Ele chegou com essa pegada fashionista há algumas temporadas e parece não ter data pra ir embora. Se antes era usado somente em looks mais esportivos, agora ele é protagonista de produções descoladérrimas (mas continua atendendo o clima sporty, quando necessário. Um verdadeiro gentleman, super democrático!).

As grávidas e mães aqui agradecem, já que dá pra ficar gatinha dispensando o salto! Uma salva de palmas pra essa tendência que a gente não deixará partir, jamais!

2 – Mood Esportivo

Eu acho GÊNIA essa tendência. Existe coisa mais linda na vida de uma mãe do que parecer descolada sem qualquer pretensão de que isso aconteça? Gente, há tantas situações em que a única opção viável é uma calça esportiva, ou um moletom.

Posso me sentir linda com isso?

SIM!

Ah, uma dica extra MARA pras gestantes que correm do melasma!

Já viram que o boné tá com tudo? (OBA 2!).

Se atira e sai de boné, sem risco de parecer mané. Haha.

 

3 – Graphic T-Shirts

Trend a la Havaianas: todo mundo usa. Quem não tem uma camiseta de estimação?

De Chanel ao brechó da tia Maria, praticamente todas as marcas já se aventuraram no mundo das t-shirts. A Agora Sou Mãe começou só com camisetas, sabia?

A graça é se aproveitar dos dizeres pra contar algo pro mundo! Tem momento mais legal do que a gravidez?

Ah, e já viu as nossas camisetas pra grávidas?

 

4 – Camisaria Oversized

Sabe aquela roupa do marido que a gente NECESSITA furtar na gravidez? Se antes era “roupa de ficar em casa”, agora a bichinha pode também por a cara na rua (OBA!).

A camisaria tá fortíssima em tudo que a gente vê, em shapes inusitados e variadíssimos, quebrando aquela modelagem padrão.

Se joga na camisa do marido e vai! Vale também pra amarrar na cintura e fazer aquela graça!

Eu sou um pouco suspeita pra falar porque AMO garimpar na sessão masculina, desde sempre!

E aí, curtiram nossas escolhas?

13set

Ser mãe é rir da própria cara!

 

Sanidade.

Mantê-la, depois que a gente vira mãe, pode ser tão simples quanto assoviar e chupar cana.

É, minha amiga. Eu digo e repito: ser mãe é bom, mas é roça!

Natureza sábia que só, até deixa a gente mais esquecida e avoada pra não despirocar de vez (leia sobre momnesia aqui!).

O jeito então, é mesmo aprender a tirar sarro das situações desconfortáveis que toda mãe (toooooooda mãe) passa.

E rir da sua própria cara (sempre, porque se você não rir, outro fará.. haha)

Juntei minha (des)experiência materna com o talento da irmã desenhista, boas risadas e paguei em cerveja.

O resultado vocês podem ver aqui.

gestante-frase-divertida gravida-humor look-do-dia-de-mae humor-dia-a-dia-mae humor-gestante maternidade-mae-humor

E pra finalizar, uma pequena definição sobre MOMNESIA que tomei a liberdade de criar:

momnesia-foto

Porque se divertir ainda é o melhor remédio!

 

 

 

 

 

02maio

Carrinhos de Bebê das blogueiras!

Voltando ao assunto carrinho! Sim, porque ele faz maior sucesso por aqui.

Resolvi fazer uma pesquisa com minhas amigas e blogueiras pra descobrir o carrinho que elas têm hoje, se estão satifeitas e claro, pegar outras dicas e passar pra vocês.

Antes de contar, cheguei a uma conclusão.

Existe uma relação entre preço, design e praticidade. Essa última refere-se ao tamanho do carrinho fechado e a complexidade pra executar o abre-e-fecha da coisa. O fator praticidade está diretamente ligado a sua enchição de saco. Ou seja, o carrinho pode ser lindo, mas se não for prático, você vai encher o saco, mais cedo – ou mais cedo ainda!

Se quiser um carrinho mais em conta, provavelmente vai ter que abrir mão do design dos sonhos ou da praticidade (eu abriria mão do primeiro). Caso queira os dois no mesmo item, prepara o bolso! Ainda assim, existem alguns “achadinhos” cheios de belezura e práticos, porém de marcas não tão conhecidas. Cuidado que alguns podem ser um tiro no pé, de resistência duvidosa e, consequentemente, falta de assistência técnica. Claro que não é uma regra, mas é sempre bom ficar de olho e pegar o maior número de indicações possível.

Vamos às escolhas dazamiga!

CARRINHOS-DAS-BLOGUEIRAS

 

Marininha, do Blog Petit Ninos

Tem o modelo Compass II, da Kiddo.

Gosta porque: design moderninho, ótimo custo benefício

Desvantagens: não é tão compacto, precisa de um porta malas médio ou grande

 

carrinho-compass-ii-kiddo

Sonho de consumo da Marininha: Mima de couro caramelo (apaixonei também!)

Mima-Caramelo-carrinho

***

Shirley, do Blog Macetes de Mãe

Tem o Quinny Zap Xtra.

Gosta porque: Design e conforto pro bebê

Desvantagens: Pra fechar o carrinho precisa retirar o assento, o que faz com que ele não seja muito prático.

“Hoje eu escolheria não só pelo design, mas também pela praticidade. Adoro o modelo guarda-chuvas da MacLaren”.

Quinny-Zapp-Xtra

***

Mari Lindoso, do Turma da Tia Mari

Tem o modelo Cobra da ABC Design

Gosta porque: ótimo para passeios longos, ama o design e é super confortável para o bebê.

Desvantagens: acha muito grande, por isso está a procura de um modelo mais compacto para passeios mais curtos, o bom e velho BBB estilo guarda-chuva.

cobra-abc-design-carrinho

***

Renata, do For Mães

Tem o modelo MacLaren Quest. 

Gosta porque: É super prático pra abrir e fechar (guarda-chuva) e acomoda até crianças maiores.

A Rê ainda falou que já teve vários modelos, mas esse é o favorito.

MacLaren-Quest-carrinho

***

Aninha Masi, do Look Bebê

Tem o modelo Oslo Hemlokk. “Não é mais vendido, é bem simples, mas super útil. Estou à procura de um novo modelo, mas ainda estou em fase de pesquisas.”

Ela também já teve um Quinny Buzz, mas não achou prático. “Vendi depois que a Clara (filha do meio) completou um ano e meio”.

carrinho-oslo-hemlock

***

Aninha Zaguini, do Fofíssima

Tem o modelo Maly, da Dzieco (marca premium do grupo Galzerano)

Gosta porque: Acha leve e gosta do design

Carrinho-dzieco-Maly

***

Mah Bonnas, do Vida de Gestante e Mãe

Tem o modelo Quest, da MacLaren 

Gosta porque: É o mais prático dentre todos que já teve!

E na conversa que tivemos, ela me contou que já teve vários

MacLaren-Quest-carrinho

***

Um modelo que eu amo – também nota mil em praticidade – e usei até março desse ano nos EUA, é o LiteWay da Chicco (concorre com o da MacLaren). Dudu com seus quase 5 anos tirou vários cochilos e sentiu falta do carrinho, quando resolvemos deixar por lá, de tão batido que ele tava! Comprei quando ele tinha 6 meses e ainda levaria pra mais viagens!

Chicco-Liteway-Carrinho

Descobri ainda que os modelos novos são compatíveis com o bebê conforto da marca (Travel System).

Espero que ajude na escolha de vocês!

Beijoca!

Bia

 

22mar

Grávida Estilosa: Chrissy Teigen

vestido-gravida-midi

Gravidez com estilo: temos, sim senhor!

Eu confesso que não acompanhava a moça antes, mas depois que ficou grávida parece que Chrissy Teigen começou a aparecer mais ainda. E merecidamente! Acho que ela está dando uma aula de como se vestir bem na gravidez.

Minimalismo nos acessórios e sapatos, tons neutros e quase nada de estamparia. Chrissy faz do menos é mais uma regra de elegância e usa a barriga como a maior aliada dos looks!

O combo fashionista que ela mais usa: Vestidos midi e Maxi cardigans, quimonos e casacos. O vestido justinho deixa a barriga em evidência enquanto os maxi cardigans alongam a silhueta e afinam o quadril, cintura e escondem o temido bracinho de polenteira! hehe. Ou seja, bichinho emagrecedor!

(pausa para momento autojabá: já conferiu o nosso vestido Midi para gestantes na loja?)

Ah, reparem nos sapatos, quase sempre com pouca informação! A sandália de duas tiras deve estar andando sozinha.. Tão gente como a gente… Adoro!

estilo-gravida-vestido-midi

No dia a dia ela segue nos tons neutros: preto, branco e nude!

Até arriscou uma barriguinha de fora. Gostei viu? Mas não é qualquer uma que consegue segurar esse look com classe! Ela tá sambando gente… de barriga e tudo!

gravida-estilo-roupas-daily-style

Ah… e por último, os vestidos de festa!

O modelito usado no Oscar (vermelho foto do meio) foi o mais falado, mas eu não amei.

Meu favorito é o primeiro da esquerda, seguido do modelo logo abaixo dele. E os sapatos continuam simples e lindos!

looks-chrissy-teigen-gravida

Ô mulher pra ficar linda na gravidez, viu?

 

26fev

Zika Vírus: 7 coisas que você precisa saber

É praticamente impossível falar de gravidez sem falar de Zika. O vírus foi declarado pela OMS como uma emergência global.

Ainda que não existam estudos conclusivos sobre as consequência do Zika Vírus, compartilho com vocês as perguntas mais frequentes sobre o vírus transmitido pelo mosquito Aedes Aegypti, respondidas por um especialista.

gestante-zika

Como detectar o vírus?

Existem dois tipos de teste. Um deles é o PCR, que pesquisa fragmentos do vírus na circulação, na urina ou no líquido amniótico. No sangue, fica até cinco dias e na urina, até 15. A precisão é muito alta, mas, se o vírus não estiver circulante, não aponta nada. Ou seja, se a infecção tiver acabado esse teste não dará o diagnóstico. As sorologias também conseguem identificar os anticorpos contra o vírus das classes IgM e IgG, que poderiam ser usados com intervalos bem maiores após a infecção. Porém, o teste tem muita reação cruzada com outros vírus, como Dengue e Febre Amarela, o que diminui sua precisão.

 

O vírus na mãe infecta o bebê?

A infecção de mãe para filho é uma questão que ainda está sendo esclarecida pelos pesquisadores. O que se sabe até agora é que aparentemente o vírus atravessa a placenta e chega à circulação do bebê. Dependendo do período de formação e desenvolvimento do sistema nervoso causará diferentes lesões. A mais preocupante delas é a microcefalia, que parece estar relacionada à infecção pelo vírus da Zika no primeiro trimestre.

 

Toda grávida infectadas terá um bebê com microcefalia?

Vários médicos do nosso grupo são também pesquisadores de outras universidades e da Fiocruz, todos eles estão empenhados em responder estas perguntas através da pesquisa científica, mas nada de conclusivo até o momento. Vale ressaltar que nem todas as gestantes que foram infectadas pelo Zika terão problemas com os seus bebês, parece que o comprometimento fetal tem relação com a idade gestacional que infecção ocorreu. 
E se o bebê nascer com microcefalia?

Neste momento os bebês estão sendo acompanhados de forma bastante atenta pelos nossos especialistas. Os que apresentam complicações graves como a microcefalia dependerão de maior atenção da equipe médica. Os que aparentemente não apresentam sintomas ao nascimento estão sendo acompanhados (previsão de até os três anos de idade) para identificar possíveis problemas que possam aparecer mais tarde.
Quero engravidar, e agora?

No Brasil 50% das gestações não são planejadas, portanto pouca coisa é feita antes da gravidez na maioria dos casos. As recomendações são:

1) Proteção pessoal: uso de repelente, roupas que cubram o corpo e evitar a exposição em regiões de maior registro de casos da doença;

2) Proteção da população: combate ao mosquito transmissor;

3) Evitar a disseminação a partir dos infectados: uso de repelentes e outras formas de proteção aos que estão doentes, para impedir que o mosquito se contamine e dissemine a infecção para outras pessoas.
Já estou grávida, o que fazer?

Use mangas compridas e calças, e sapatos fechados; usar repelente a cada duas horas; prefera locais com ar-condicionado, pois o ar frio dificulta a proliferação do mosquito Aedes Aegypt; verifique diariamente os vasos e suportes em casa para ver se tem água parada; coloque telas nas janelas e use pulseiras feitas à base de citronela.

Como está a situação no Brasil?

O Ministério da Saúde do Brasil tem relatado mais de 3.800 casos de microcefalia. A microcefalia aumentou em pelo menos quatro vezes desde que a infecção pelo Zika vírus apareceu. No site do Ministério da Saúde do Brasil estes dados são atualizados mensalmente, mas os números são muito preocupantes.

Fonte: Dr. Renato Sá – Chefe do setor de obstetrícia e medicina fetal do Grupo Perinatal e diretor do Centro de Diagnósticos da Maternidade Perinatal.