Pintura.

Cavalete: R$65,00 – Tela: R$15,00 – Materiais: R$50,00 – Total: R$130,00. Ganho intelectual: SEM preço.

Tempo da brincadeira: quase 2 horas ininterruptas de pura concentração e desenvolvimento. <3

A introdução foi uma tentativa de plágio da mastercard (e não é publipost viu gente? quem me dera!  Ô master estamos aí kkk).

Essa história de pintura começou como uma coisa minha. Resolvi que queria um quadro tão específico pra minha sala que entrei na aula de pintura pra aprender a fazer.

Eu amo inventar moda! Gostei da brincadeira e quis compartilhar meus “conhecimentos” de exímia pintora – experiência de duas horas/aula – com meu filhote.

Adotamos o sábado como o dia da pintura aqui em casa. Fazemos sempre de manhã, logo depois do café, até porque à tarde bate maior solão no nosso estúdio (sacada para os íntimos, hehe) e fica impossível fazer qualquer atividade por ali.

A expectativa do Dudu é coisa linda de se ver. Volta e meia pergunta se hoje é sábado.

Comprei um pedaço de lona pra forrar o chão, ligo uma boa música e ali a gente fica por algumas horas.

duduartista

Quer dizer, o recorde foi de duas horas. Pra um menino de 2 anos e 10 meses e agitadinho feito a mãe, posso considerar nossas sessões de pintura uma verdadeira vitória, pra não dizer um milagre!

Até hoje não lembro de nenhum brinquedo que o tenha mantido focado por tanto tempo! E melhor, que tenha custado R$130 reais.

Os benefícios da pintura

beneficios-pintura

Por trás dessa grande brincadeira, a pintura – assim como a música ou qualquer forma de arte – ajuda as crianças a se expressarem, estimulando o desenvolvimento cognitivo, social e emocional.

Os pequenos canalizam suas emoções por meio do pincel, exercitando a criatividade, além de ampliarem sua capacidade visual e de observação.

Dá gosto de ver meu filho pintando. Por isso quis compartilhar essa sugestão com vocês.

Nem sempre eu tenho ânimo de fazer coisas diferentes, e às vezes até me culpo.

Esse fim de semana, por exemplo, estava tão cansada que deu a maior preguiça de tirá-lo de casa, mesmo com um dia lindo na rua.

Foi algo tão simples de fazer e que gerou significado enorme pra gente, virou um ritual, uma atividade de “mamãe e filhinho” como ele mesmo diz. Tempo junto, isso não tem preço.

Para todas as outras existe… muito trabalho para conquistar! E outras maneiras que você também pode entreter seu filho.

 

Pin It on Pinterest

Compartilhe!