Rodeado pelos bichinhos favoritos na cama, Dudu escolhe um dos livros da prateleira e começa a nossa história. Primeiro eu leio, depois chega a vez dele.

Essa é (quase sempre) a nossa rotina antes de dormir. Às vezes falho, confesso.

Só que, de um tempo pra cá, passei a ser cobrada.

– Hoje não vai ter história, mãe?

Mas nem sempre foi desse jeito.

Até completar 2 anos, costumava sair e ficar impaciente depois da terceira ou quarta página, embora as três primeiras o deixassem paralisado.

Aí entravam minhas habilidades dramáticas, sonoras e teatrais, quase sempre sem sucesso.

Tinha dias que perdia a paciência porque ele simplesmente parecia não estar nem aí pra história, o que de certa forma era normal pra idade.

Mesmo durando pouquinho tempo, nunca deixei de ler pro Dudu. A escola também fez um excelente trabalho.

Hoje eu considero que o interesse dele pela leitura é enorme. Posso ler um livro extenso ou fininho, ele fica vidrado até o final.

Imagino que todo mundo saiba os benefícios de incentivar a leitura desde cedo.

Por isso não vou falar de estudos ou qualquer comprovação científica disso.

Mas pra quem quiser, a internet tá recheada dessas informações.

Vou falar daqui de casa. Especificamente da recompensa que a gente ganhou ao cultivar o hábito da leitura.

Dudu-Leitor

Com os presentes do clubinho do livro

Dudu não sabe ler. Mas quem disse que ele precisa disso pra ler um dos seus livros?

Alguns deles foram memorizados, em outros ele conta uma “história inventada” (meus favoritos!).

Observar o carinho dele com seus bichinhos ao ler uma história não tem preço.

Isso significa que ele está reproduzindo um comportamento que vivencia – e gosta.

Tirando a graça, né? Perco as contas das vezes que me seguro pra não rir das suas observações.

Falando nisso, eu e as blogueiras TopMothers resolvemos fazer um clubinho do livro, onde trocamos livros dos nossos pequenos.

Enviei três do Dudu (para Mundo Ovo, Família Muda Tudo e Potencial Gestante) e recebi três aqui em casa também (de As Delícias do Dudu, Família Muda Tudo e Macetes de Mãe). Tão bom receber novidades sem gastar um tostão!

Essa ideia partiu depois da campanha Leia Para uma Criança, do Banco Itaú, da qual eu acompanho desde o início e tenho maior orgulho de divulgar.

Por meio dela, você pode entrar no site, fazer o cadastro e receber – totalmente de graça e no conforto da sua casa – livros infantis para estimular ainda mais a imaginação do seu filho.

Acesse o site e se cadastre. #LeiaParaUmaCriança porque #IssoMudaoMundo.

post-patrocinado

 

Pin It on Pinterest

Compartilhe!