Ainda lembro daquele 24 de dezembro, quando eu inesperadamente descobri minha gravidez.

O que viria pela frente? Eu não fazia ideia. Mas jamais poderia dizer que os ventos seriam tão bons.

Exatos oito meses depois Eduardo chegou ao mundo, em 24 de agosto de 2011.

E hoje toda essa reviravolta do bem (minha vida mudou muito com a chegada dele, vocês já sabem) completa seu quarto ano.

Antes, confere os posts dos 3 aniversários anteriores do pequeno!

1 ano: 12 coisas que eu aprendi sendo mãe

2 anos que parecem 20

3 anos: carta ao Dudu do futuro

O que eu posso dizer disso?

Que eu tenho muita sorte.

Só tenho a agradecer.

Agradecer a Deus por ter um filho com saúde, carinhoso, amado e inteligente, que deu mais vida à minha vida.

Dizer que eu abraço e falo que o amo TODOS os dias.

E vou me policiar pra que isso nunca se perca, mesmo quando ele achar tudo isso cafona (azar o dele!) vou continuar falando.

Ah, sobre celebrar!

Nossas comemorações foram bem simples, como ele pediu festa na escola, aproveitei!

feliz-aniversario

Fomos para o Beto Carrero no domingo, festinha na escola hoje à tarde e festinha na casa da vovó só pra família à noite. Tem coisa melhor?

Tem sim.

Ver a carinha dele indo dormir ontem, dizendo:

“Quando acordar eu vou ter QUATRO anos? Nossa!!! ”

E hoje pela manhã, mal abriu os olhos já saiu correndo pra trena atrás da porta. pra saber o quanto ele cresceu nessa noite.

Eu amo aniversário e sinto saudade da época em que esse dia era literalmente mágico.

feliz-aniversario

Esse ano foi o primeiro que eu consegui ver e viver todo esse entusiasmo no Dudu.

A compreensão dele do que é um aniversário, o sentimento de ser querido pela família e amigos, os presentes.

É clichezão dizer, mas é impagável. Nada poderia ser melhor do que isso.

Saudades do meu bebê, mas ao mesmo tempo a alegria de tanta independência e autonomia brilham meus olhos.

A sensação de estar fazendo a coisa certa. Nada é melhor do que isso pra uma mãe.

E o que eu tenho pra dizer a vocês, mães de primeira viagem que acompanham o blog, é algo bem simples: aproveitem cada momento, menos tempo pensando nos manuais de maternidade e mais tempo curtindo sem culpa.

Do seu jeito, mesmo!

E viva o Dudu!!!

 

 

 

Pin It on Pinterest

Compartilhe!