O empreendedorismo está no DNA da Agora Sou Mãe: também nascemos de uma mamãe empreendedora! A Bia Mendes começou o blog quando estava grávida do Dudu para compartilhar suas experiências da maternidade e ele cresceu até chegar ao que é hoje. 

Inspiradas por outras histórias de mães batalhadoras, como as do ano passado, convidamos mais algumas mães que, movidas pela maternidade, entraram de cabeça no empreendedorismo para contar sua experiência! 

Conheça agora as histórias dessas mães e empreendedoras (e,claro, seus negócios!).

Allegra Schiliro e a @econudo

A vontade de fazer o mundo melhor para o seu filho foi o que motivou Allegra Schiliro.

Em uma viagem à Indonésia para realizar seu sonho de mergulhar com corais, viu um dos mergulhos ser cancelado devido uma maré de plástico e o choque de origem à epifania de pensar no que o futuro reservava para seu filho, que um dia aquele mergulho poderia sequer existir.

Allegra então resolveu mudar seus hábitos e diminuir seu impacto no planeta, mas não parou por aí: depois de achar que sozinha não estava fazendo o bastante, criou a Econudo, para mostrar como é fácil e simples adotar pequenos hábitos que construirão um futuro melhor. 

Não se cobrar tanto para poder curtir os momentos que realmente valem a pena com seus filhos” é a dica que Allegra dá para outras mães que também querem empreender!

Herika Negri e o @81coffeeco

Herika Negri era médica quando, aos 6 meses de gestação e com o esposo desempregado, percebeu que precisaria de uma nova fonte de renda enquanto estava afastada do trabalho. 

Dedicou-se ao sonho de abrir uma hamburgueria, que pareceu ainda mais difícil após receber um calote. Mesmo com o nascimento do seu filho Bernardo e as dificuldades financeiras, não desistiu e investiu tudo que tinha quando encontrou a oportunidade de alugar um local. 

A cafeteria/hamburgueria 81 Coffee & CO nasceu de muita esperança e dedicação

Herika acredita que o importante é “persistência, paciência, um bom plano de negócios e acima de tudo, coragem pra fazer diferente da maioria!”.

Suelen Krummenauer e a @colonia.urbana

Suelen Krummenaue foi desligada da empresa onde atuava como vendedora internacional logo após voltar da licença maternidade. Apesar de evitar viagens para o exterior no auge da pandemia, o que conta que acabou sendo bom, precisava encontrar uma nova fonte de renda. 

Junto com a sogra e contando com o apoio da família, decidiu abrir a Colônia Urbana, uma empresa de vendas online de produtos do interior do Estado do Rio Grande do Sul que busca vender produtos artesanais e de pequenos produtores

Sua dica para mães que querem empreender é: “Não tenha medo de empreender e trocar totalmente de profissão se você acredita no seu negócio. Arrisque, sonhe, invista, que se você acredita já é meio caminho para que dê certo.

Manuela Dal Ponte Hoffmann Ayres e a @guriabonitalacosdefita

Manuela é formada em Gestão de Negócios e trabalhou por 11 anos na área comercial até sua segunda filha, Helena, nascer e Manuela decidir que iria parar de trabalhar para cuidar de suas duas meninas. 

Apesar de ter amado assumir esse papel, a vontade de empreender eventualmente chegou e Manuela encontrou um jeito de unir suas duas paixões fazendo laços para suas filhas, depois para as filhas de amigas, e hoje tem laços espalhados por todo o Brasil! 

Organizar a rotina e ter horário definido para o trabalho facilita a produção. Não se sentir culpada por estar realizando outras tarefas é fundamental. Separar um tempo de qualidade para curtir os filhos faz toda a diferença e transborda o coração de amor.

Gabriela Gomes da Rosa e o @pequenodoces

No começo de sua empreitada no empreendedorismo, Gabriela ainda não era mãe, mas as dificuldades financeiras a motivaram e ela começou a fazer trufas para vender até que, por complicações na família, acabou desanimando.

Demitida após voltar da licença maternidade, Gabriela, agora com sua filha, não se encontrou mais no mercado de trabalho e resolveu tentar novamente vender doces. 

Hoje trabalha em casa com a pequenosdoces, dedicando o tempo ao seu negócio e filhos!

Ela aconselha outras mães “a nunca desistir. Comecem com o que têm, tenha um propósito, muito amor e estude. O sucesso só depende de nós e de mais ninguém.

Monique Cardoso e o @_institutomoniquecardoso

Em meio a faculdade de estética, Monique descobriu sua gestação enquanto estava saindo do seu emprego para começar sua própria clínica estética. Não querendo abrir mão de ficar com sua filha e nem disposta a parar de trabalhar, decidiu montar o seu próprio negócio no centro da cidade. 

A maquiagem lhe deu essa abertura, mas logo expandiu para novas áreas. Hoje seu negócio cresceu ainda mais e ela se vê realizada vendo as oportunidades que a maternidade lhe abriu.

Monique incentiva: “Acredite que é possível, e não deixe de realizar o que tiver vontade, você é capaz!


Gostou das histórias? São mais de 70 negócios de mães empreendedoras que fizeram parte do projeto este ano!

Estaremos divulgando também outras histórias todos os sábados do mês de setembro no nosso instagram, confere lá 😉

Pin It on Pinterest

Compartilhe!